As vantagens do treinamento

Desde o início da crise no país, um dos maiores desafios tem sido o mercado de trabalho. De um lado as pessoas que buscam colocação reclamando que não há vagas e no outro as empresas afirmando que falta preparo dos candidatos. Mas nesse cabo de guerra, quem está certo?
A resposta não é uma verdade universal e sim uma questão de ponto de vista.
Quando a empresa precisa preencher uma vaga, muitas vezes é necessário fazê-lo com agilidade, o que exige que o(a) candidato(a) possua um conjunto específico de qualidades que o tornem apto a começar o trabalho no minuto 1. Sempre que um novo(a) colaborador(a) é inserido, existe uma sucessão de processos locais que necessitam serem assimilados, mas se ele possuir as habilidades técnicas, isso já poupa uma quantidade de tempo significante ao contratante.
Por outro lado, devemos observar que o Brasil possuí uma lacuna gigantesca quando o assunto é ensino e isso se aplica a todas as áreas. Desde o ensino básico até as faculdades, o país ainda enfrenta problemas básicos e isso é refletido na qualidade dos candidatos entregues ao mercado de trabalho. Mas se as escolas, técnicos e faculdades não podem preparar o profissional, quem irá?
Você.
Para explicar como isso é possível, vamos trazer o exemplo da Solider neste texto. Desde o início dos nossos trabalhos, intercalamos a presença de profissionais já prontos na parte técnica, com estudantes em curso. Após mais de uma década de trabalho, percebemos que treinar uma pessoa que está aprendendo é um benefício imensamente maior do que estar sempre em busca de profissionais já “preparados”. Por que fazemos essa afirmação? Vamos elencar as razões:

  • Profissionais que vem “prontos” do mercado, trazem consigo seus vícios de trabalho, as vezes são apenas forma de executar tarefas diárias e em outras podem sem atividades ilícitas que prejudicam a empresa.
  • Profissionais em formação se mostram mais aptos a se adequar as mudanças do ambiente de trabalho
  • Profissionais em formação demonstram maior vontade de aprender
  • Profissionais em formação trazem novidades e discussões inovadoras para o ambiente de trabalho
  • Profissionais em formação com meta o aprendizado e se sentem valorizados, tendem a não querer trocar de empresa
    Todos esses motivos são diretamente focados na parte humana da empresa, porém com impacto direto na parte financeira. Disponibilizar-se a treinar uma pessoa e ensiná-la desde a parte técnica quanto os processos específicos da empresa, pode ser dispendioso num primeiro momento. Além do fator tempo em relação a produção do profissional, também é necessário levar em conta que outra pessoa precisa estar engajado e disponível para ajudá-lo, sempre que necessário. Porém, em contrapartida, há uma diminuição no custo de processos de contratação constantes, que sabemos que além de caros, são exaustivos e em muitos casos, frustrantes.
    Quando o profissional sente que a empresa está investindo nele, que acredita no seu potencial, ele tende a não querer trocar de emprego com facilidade. Isso ocorre porque o trabalho se torna mais do que apenas uma forma de ser remunerado, mas uma parte da vida onde a pessoa pode mostrar seu potencial e ser valorizada por isso.
    Num mundo de imediatismo e mídias sociais, onde muitas pessoas querem se tornar influencers apenas para serem vistas, passar 8 horas por dia em um lugar que a pessoa sente que faz a diferença, é um diferencial.
    Cada vez mais vemos livros sobre negócios e administrações, assim como palestrantes e grandes empresários afirmarem o quanto é importante valorizar o colaborador. Nós podemos dizer por experiência própria, que trabalhar com o time em que confiamos e quem está ao nosso lado, tanto para ajudar quanto para pedir ajuda, é mais do que gratificante. Independente do problema que possamos enfrentar, há sempre a certeza de que ele pode ser superado.
    Caso a sua empresa ainda não invista em treinamento, o nosso conselho é: comece a pensar em fazê-lo. A longo prazo, você colherá muitos benefícios, do que o calculado ou esperado. Afirmamos isso por experiência própria. Agora, conte para nós, você se sente valorizado onde trabalha?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: